Ads 468x60px

terça-feira, 29 de maio de 2018

LIVRO O MUNDINHO AZUL

 
 


Livro: O Mundinho Azul
Autora: Ingrid Biesemeyer Bellinghausen

HISTÓRIA DO LIVRO - MUNDINHO AZUL 


Era uma vez um mundinho... que poderia até ser chamado de planeta. Visto à distância,lá estava ele no espaço: uma gigante esfera azul. O lindo azul dos seus mares cobria quase todo o mundinho. (Mundinho)

No mundinho viviam homens que trabalhavam cuidando dos aceanos, lagos e rios. Eles sabiam da importância da água para a vida. (Homenzinhos)


Com o calor do sol, a água dos oceanos, lagos e rios evaporava, o vapor de água subia no ar e quando chegava a uma altura onde o ar era muito frio, formavam-se as nuvens. Quando as nuvens ficavam pesadas demais para flutuar, as gotas caíam em forma de chuva. Esse era o ciclo da água do mundinho. (Sol e nuvem com gotas de chuva).
Apesar do mundinho ter tanta água a maior parte dela era salgada, pois existiam mais oceanos do que lagos e rios. (Gota grande - água salgada).

Assim, a água doce era escassa, o que preocupava os homenzinhos. A água doce não podia faltar. Ela era usada para muitas coisas: beber, lavar as mãos, escovar os dentes, cozinhar, lavar as frutas, regar as plantas e muito mais. (Gota pequena - água doce).
Antes de chegar às torneiras, a água era tratada para ser potável, ou seja, própria para beber. Isso acontece nas estações de tratamento de água: lá chegavam as águas das represas, das chuvas e dos rios, que passavam por diversos processos para finalmente serem filtradas e receberem cloro para matar os micróbios. (Torneira).

No mundinho havia duas leis importantes: PRIMEIRA – não desperdiçar água (todos economizavam em qualquer lugar: nas casas, nas escolas, no trabalho, nos parques), SEGUNDA – não poluir o meio ambiente, lixo é para ser jogado no lixo. (X em cima da torneira).

Nas praias, o lixo de quem estava de férias ia para o cesto, e até as crianças gostavam de colaborar. Todos respeitavam o mar e sua infinidade de seres vivos. (Coração com alguns animais dentro).

A água é uma grande amiga, sem ela não há vida. Precisamos dela o tempo todo, desde quando acordamos até a hora de dormir. (Relógio).

Um dia os homenzinhos descobriram uma grande coisa: que a força da água corrente podia produzir energia. Assim, criaram as usinas hidrelétricas. A água vinha de cataratas naturais ou de água represada por barragens artificiais. Então, corria por grandes rodas chamadas turbinas, fazendo-as girar, e estas, por sua vez, movimentam máquinas chamadas geradores, que produziam a eletricidade. (Lâmpada acesa).

Dessa forma, mais uma vez a amiga água ajudou os homenzinhos. Com energia elétrica em suas casas, podiam acender a luz de noite para ler um livro, ouvir músicas ou assistir a um filme. (Homenzinhos de mãos dadas).

Os homenzinhos sempre agradeciam ao mundinho e gritavam felizes: viva a água do mundinho!!!




Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
Blogger Templates